segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Impressões


Acordei e vi o mundo cinza pela janela do quarto. 
Tive vontade de passar o dedo no vidro para ver se não era só a poeira que tornava tudo nublado. 
Daí, me dei conta de que estava cinza por dentro e, não, do lado de fora. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário