quinta-feira, 10 de março de 2011

Precaução

Ainda bem que eu me mantive na retaguarda, que tive cuidado para ir um pouco mais além sem me perder por inteira. 
Ainda bem que não abri todas as minhas amarguras, angústias e fantasias. Pouco a pouco você descobriu algumas, mas acredite, há ainda muito mais. 
Ainda bem que eu me mantive firme. Não encostei meus pensamentos por inteiro nos seus ombros, embora tenha ficado a um passo disso.
Ainda bem que eu me mantive fria. Vazia e sem esperanças. 

6 comentários:

  1. Lembrei-me da balada IRA:

    "... eu sinto um frio que vem do seu coração, mesmo neste sol de verão..."

    Uma sensibilidade fina, mansa, mas revolta, tal qual Clarice Lispector:

    "Suponho que me entender não é uma questão de inteligência e sim de sentir, de entrar em contato...
    Ou toca, ou não toca."

    ResponderExcluir
  2. Sei que a tua solidão me dói
    E que é difícil ser feliz
    Mais do que somos todos nós
    Você supõe o céu
    Sei que o vento que entortou a flor
    Passou também por nosso lar
    E foi você quem desviou
    Com golpes de pincel'.

    (mas o quarto ao lado num tá vazio não)

    ResponderExcluir
  3. No fim o entendimento não parte de um racioncínio lógico sobre o que nos acontece, muito menos através de escutar horas e horas de um longo monólogo. O desabafo é imprescídivel, assim como um bom ouvinte, mas não são essas ações que nos levam a alguém.

    O olhar profundo e devastadoramente compreensível, os longos silêncios que mais parecem um bombardeio de pontos de exclamação ou um abraço reconfortante me parecem ser as melhores soluções. E eles só partem daqueles que nos entendem. No fim o ato é a peça mais importante. E como dizem por aí: "palavras são só palavras".

    ResponderExcluir
  4. Texto de arrepiar... Ao mesmo tempo que é carregado de figuras de linguagem, é mais real do que podemos imaginar. Ao mesmo tempo que é sombrio, consegue transmitir a emoção. Ao mesmo tempo que é amargo, mostra alguém que ainda quer acreditar na vida e nas pessoas (e só precisa ter um motivo para tal)...

    ResponderExcluir
  5. Esse mocinha tem futuro na literatura! =D
    Anote ai.

    ResponderExcluir
  6. Talvez eu seja o unico que escreva errado e não tente fazer um comentario "literaturesco", mesmo pq o não saber e o ciume talvez corrampa a vontade de ler tudo e todos ate o final.
    Todos me parecem toscos, e quando me lembro suas palavras se encaixam no seu aparecimento.
    ...sobre seu texto:
    Como sempre genial.

    ResponderExcluir