quinta-feira, 21 de outubro de 2010

Cloudy

Coração quando começa a bater apertado é sinal de que tem coisa demais dentro. O amigo mais próximo aconselha comprar uma caixa de madeira envernizada (com duas demãos, pelo menos) e guardar o excesso em uma pilha simples. Há quem diga que de nada adianta, e que o melhor mesmo é separar tudo com divisórias altas e firmes. Lembrar sempre/Não pensar/Priorizar/Apenas em casos de emergência/Spam. Você pode compactar tudo, mas há sempre o risco de receber novos sentimentos para agregar num mesmo espaço e pode ser difícil reorganizar as pastas. Até porque é preciso considerar que alguns são tão enérgicos que tentarão mudar de categoria. É preciso estar atento - todo o tempo, todo o tempo. E, se ainda assim, o coração teimar em ficar apertado. Desista, a verdade é que não há receita de bolo.

6 comentários:

  1. "Coração quando começa a bater apertado é sinal de que tem coisa demais dentro", pra mim, é um aforismo de primeira. O meu há muito bate apertadíssimo, dolorido que só, e há muito não vejo solução. Tristeza aguda mesmo, sabe como é? E nem é por excesso de sentimentos não; bem, talvez seja, mas parece-me algo a mais: mais o fato dos sentimentos que o povoam serem por demais contraditórios e anacrônicos, além de pesados, pungentes, bregas, pueris, imaturos e tantas vezes idosos. Por isso seu texto tanto me, na falta de palavra melhor, incomodou. Gosto muito quando escreve assim, em ordem mais direta, sem muito floreio. Fica mais óbvio e fala mais diretamente ao coração da gente. Sabe, acho que meu lugar não é aqui, pois aqui meu coração já percebeu que não acha mais jeito. Preciso urgente de Pasárgada, onde apareceria alguém com habilidade em faxina de coração. Largar mão de tudo que o preencheu até agora e começar a colocar sentimentos novos, um a um, cada um em seu lugar, tudo organizado e bem definido. Não essa zona que tanto me aflige...

    ResponderExcluir
  2. Ana, sou a Paula, namorada do Gustavo, amigo do Tiago no curso dos focas... Ufa! hahaha

    Vi seu comentário num post do "em foca" e cheguei aqui. adorei seu blog, mto legal.. me identifiquei com muitas coisas... vou visitar mais vezes!

    Bjs e parabéns

    ResponderExcluir
  3. Poxa, Paula, que bacana! Você não deixou contato pr'eu te responder direto, mas espero que cumpra o que prometeu (volte mais vezes) e que veja o meu comentário! Quando eu for em Sampa a gente combina de sair e se conhecer, vai ser legal. =)

    ResponderExcluir
  4. Oi, Ana, ufa, ainda bem que entrei aqui de novo para ver se encontrava alguma atualização e vi seu comentário...

    Não tenho blog, mas meu email é paulafazzio@hotmail.com

    tenho twitter tbm: @paulafazzio

    e facebook: Paula Fazzio.

    Vamos manter contato e, claro, combinar uma saída de ana-tiago-paula-gustavo.

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Nao ha nem haverá receita. Refeita poderá mudar as letras de uma avatat afeita a virar a mesa e determinar as mesmas mudanças de nos conformar. Bjos

    ResponderExcluir
  6. A gente pode se reencontrar? Quem sabe vislumbrar o mundo e devorar palavras como vento a lavar a face. Eu sou e estou AQUI.

    ResponderExcluir